Conecte-se Conosco

Esportes

Sorteio define confrontos da segunda fase da Copa Sul-Americana

Vasco, São Paulo e Bahia conheceram os seus rivais para a segunda fase da competição. Competição volta na próxima terça-feira.

Publicado

em

Fotos: Reprodução

A Conmebol realizou o sorteio dos confrontos da Copa Sul-Americana na tarde desta sexta-feira e divulgou a lista completa dos duelos da segunda fase da competição. Na sede da entidade, em Luque, no Paraguai, os 32 clubes ainda vivos no torneio conheceram quem serão os seus respectivos rivais na próxima fase (veja os duelos abaixo).

A competição retorna já na próxima terça-feira (27), e três brasileiros estão na disputa. O Vasco enfrenta o Caracas, da Venezuela. O São Paulo pega o Lanús, da Argentina; e o Bahia encara o Melgar, do Peru. Apenas a equipe carioca decidirá fora de casa. Ao todo, são 22 classificados da primeira fase e os outros dez clubes vindos da Copa Libertadores – eliminados na fase de grupos ou nos mata-matas iniciais do torneio.

Confrontos da segunda fase:
Confronto 1: Independiente (ARG) x Atlético Tucumán (ARG)

Confronto 2: Unión Santa Fé (ARG) x Emelec (EQU)

Confronto 3: Unión La Calera (CHI) x Deportes Tolima (COL)

Confronto 4: Sol de América (PAR) x Universidad Católica (CHI)

Confronto 5: Millonarios (COL) x Deportivo Cali (COL)

Confronto 6: Sport Huancayo (PER) x Liverpool (URU)

Confronto 7: Vasco x Caracas (VEN)

Confronto 8: Lanús (ARG) x São Paulo

Confronto 9: Audax Italiano (CHI) x Bolívar (BOL)

Confronto 10: Sportivo Luqueño (PAR) x Defensa y Justicia (ARG)

Confronto 11: Coquimbo Unido (CHI) x Estudiantes de Mérida (VEN)

Confronto 12: Vélez Sarsfield (ARG) x Peñarol (URU)

Confronto 13: Atlético Nacional (COL) x River Plate (URU)

Confronto 14: Plaza Colonia (URU) x Junior Barranquilla (COL)

Confronto 15: Melgar (PER) x Bahia

Confronto 16: Fénix (URU) x Huachipato (CHI)

Para as oitavas de final, fase posterior a esta, o vencedor do confronto 1, enfrenta o vencedor do confronto 16, o do 2, joga contra o 15, e segue nesta sequência (veja acima os confrontos até a final).

Assim, caso o Vasco passe para a próxima fase, pegará o vencedor de Defensa y Justicia (ARG) e Sportivo Luqueño (PAR). Já o São Paulo enfrentaria o vencedor de Bolívar (BOL) x Audax Italiano (CHI), e o Bahia, por sua vez, encararia o a equipe ganhadora do duelo entre Emelec (EQU) x Unión Santa Fé (ARG).

Bahia e Vasco podem se enfrentar nas quartas de final. Já o São Paulo só poderá encarar uma equipe brasileira numa possível final.

Comentários

Esportes

Diego Armando Maradona morre aos 60 anos

Maior jogador da história do futebol argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre. Ele havia passado por uma cirurgia no cérebro no início do mês.

Publicado

em

Foto: Reprodução

Maior jogador da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25) aos 60 anos.

Maradona sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre, segundo o jornal argentino “Clarín”. Veja a notícia.

O ex-jogador sofreu uma delicada cirurgia no cérebro no começo do mês e recebeu alta oito dias depois.

Maradona ao lado da sua companheira, Rocio Oliva, durante jogo da Copa Davis — Foto: Darko Bandic/AP

Campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção da Inglaterra, Maradona era reverenciado e tratado como deus na Argentina.

Seu gol de mão contra a Inglaterra ficou mundialmente conhecido pela “mão de Deus”.

O golaço de Maradona contra a Inglaterra em 1986 foi eleito pela Fifa em 2002 como o mais bonito da histórias dos Mundiais — Foto: Reuters

O craque argentino drenou uma pequena hemorragia no cérebro, e o médico Leopoldo Luque afirmou na ocasião que a cirurgia era considerada simples, mas havia preocupação pela condição de saúde do ex-jogador.

Maradona nasceu em 30 de outubro de 1960 em Lanús, na província de Buenos Aires, e era técnico Gimnasia y Esgrima.

Apontado como um dos maiores jogadores da história do futebol mundial, ao lado de Pelé, o craque argentino começou a sua carreira no Argentinos Juniors, clube onde foi revelado e atuou entre 1976 e 1981.

Maradona antes do início da partida entre Argentina e Nigéria na primeira fase da Copa do Mundo de 2018, na Rússia — Foto: Lee Smith/Reuters

Logo depois, jogou um ano no Boca Juniors e se transferiu para o Barcelona, onde atuou entre 1982 e 1984.

De lá, foi para o Napoli, na Itália, onde ganhou uma Copa da Uefa, dois Campeonatos Italianos, uma Copa e uma Supercopa da Itália.

No Napoli ganhou uma Copa da Uefa, dois Campeonatos Italianos, uma Copa e uma Supercopa da Itália. Foto: Reprodução

Maradona deixa três filhas (Dalma, Gianinna, Jana) e dois filhos (Diego e Diego Fernando).

Fonte: https://www.clarin.com/deportes e https://g1.globo.com/

Comentários
Continue lendo

Esportes

Morre aos 69 anos o jornalista Fernando Vannucci

Profissional teve passagem pela Globo e cobriu seis Copas do Mundo.

Publicado

em

Fotos: Reprodução/TV Globo e Reprodução/redes sociais

Morreu nesta terça-feira em São Paulo, aos 69 anos, o jornalista Fernando Vannucci. Locutor, apresentador e comentarista esportivo, Vannucci deixa quatro filhos. A causa da morte não foi divulgada. Velório e sepultamento devem ocorrer no Rio de Janeiro.

O jornalista passou mal pela manhã, socorrido pela empregada e levado ao Pronto Socorro Central de Barueri, na Grande São Paulo. No entanto, não resistiu.

Vannucci havia sofrido um infarto em 2019 e colocado um marca-passo. Desde então, tinha a saúde comprometida.

CARREIRA
Nascido em Uberaba, no Triângulo Mineiro, Fernando Vannucci trabalhou na Globo Minas entre 1973 e 1977. Em seguida, passou a trabalhar no Rio de Janeiro, apresentando diversos programas, como Globo Esporte, RJTV, Esporte Espetacular, Jornal Nacional, Jornal Hoje e Fantástico.

Na passagem pela Globo, Fernando Vannucci cobriu seis Copas do Mundo: 1978, 1982, 1986, 1990, 1994 e 1998. Ainda ficou marcado pela criação do bordão “Alô, você!”.

Ele também trabalhou em TV Bandeirantes, TV Record, Rede TV e Rede Brasil de Televisão.

Fonte: https://globoesporte.globo.com/sp

Comentários
Continue lendo

Esportes

GP da Turquia: Lewis Hamilton é heptacampeão ao vencer de forma espetacular e chora

Inglês iguala recorde de Michael Schumacher; piloto da Mercedes sofre no começo, ataca desde o 6º lugar e assume ponta ao passar Sergio Pérez, que chega em 2º; Sebastian Vettel vai ao pódio.

Publicado

em

Fotos: Getty Images e Reprodução/FOM

A Fórmula 1 tem um novo heptacampeão mundial: com mais uma atuação genial, Lewis Hamilton venceu neste domingo o Grande Prêmio da Turquia e igualou o alemão Michael Schumacher como o maior campeão de todos os tempos. De quebra, chegou à 94ª vitória, ampliando o próprio recorde. O inglês da Mercedes superou um começo difícil com a pista mais molhada pela chuva, andou parte da prova no quinto e sexto lugares e surgiu com força total quando o asfalto começou a secar.

Viu os adversários trocarem os pneus intermediários, manteve-se na pista, passou o líder Sergio Pérez, da Racing Point, e disparou para a décima vitória em 14 corridas na temporada, 31 segundos à frente do mexicano. Este chegou a ser ultrapassado por Charles Leclerc na última volta, mas o monegasco da Ferrari errou e ainda caiu para quarto, atrás do companheiro Sebastian Vettel, que subiu ao pódio pela primeira vez em 2020. Depois da corrida, Hamilton mandou pelo rádio uma mensagem para as crianças acreditarem nos seus sonhos.

Hamilton precisava somar apenas oito pontos a mais do que o companheiro Valtteri Bottas, único que ainda tinha chances de lhe tirar o hepta, mas ele não só venceu, como viu o finlandês ter uma atuação apática e cruzar a linha de chegada apenas em 14º, após rodar por seis vezes.

Agora, Hamilton soma 307 contra 197 de Bottas, que ainda pode perder o vice para Max Verstappen, sexto na prova de Istambul após uma rodada espetacular quando era o terceiro – o holandês soma 170 pontos.

Pole position, Lance Stroll liderou a maior parte da corrida, mas terminou apenas em nono. Uma estratégia errada de trocar pela segunda vez os pneus intermediários jogou o canadense para o meio do pelotão. Com uma queda de rendimento, Stroll ainda perdeu mais posições.

Também marcaram pontos Carlos Sainz Jr (McLaren), em quinto, Alexander Albon (RBR), em sétimo, Lando Norris (McLaren), em oitavo, e Daniel Ricciardo (Renault), em décimo.

A próxima etapa da Fórmula 1 2020 será disputada daqui a duas semanas, no Barein. Esta será a 15ª etapa de um total de 17 corridas.

Resultado da prova

O pódio
HAMILTON: “É muito importante que as crianças vejam isso… Não dê ouvidos a ninguém que lhe diga que você não pode alcançar algo. Sonhe o impossível. Fale com ele. Você tem que trabalhar por isso, persegui-lo e nunca desistir!”

PÉREZ: “Mais uma volta com esses pneus e acho que teriam explodido! Foi uma corrida caótica mas um resultado forte para nós!”

VETTEL: “Tive uma primeira volta muito boa, já me encontrava no em quarto! Foi muito intenso na última volta, uma surpresa ao conseguir o pódio no fim!”

Fonte: https://globoesporte.globo.com/motor

Comentários
Continue lendo

Mais Lidas