Conecte-se Conosco

Cinema e TV

Orlando Drummond, intérprete do seu Peru, morre aos 101 anos

Ator e humorista também dublou personagens que estão na memória da infância de milhões de brasileiros, como Scooby-Doo, entre outros.

Publicado

em

Foto: Globo/Estevam Avellar

O ator, humorista e dublador Orlando Drummond, de 101 anos, morreu no Rio nesta terça-feira (27). O artista ficou famoso ao interpretar o personagem Seu Peru, na “Escolinha do Professor Raimundo”, e ao dublar personagens icônicos como Scooby-Doo e Popeye.

Orlando morreu em casa, em Vila Isabel, na Zona Norte, de falência múltipla dos órgãos. A informação foi confirmada por familiares.

Vamperu (Orlando Drummond) e Bento Carneiro (Chico Anysio) em ‘Condomínio dos Vampiros’, quadro do Zorra Total, em maio de 2010 — Foto: TV Globo/Estevam Avellar

Internação
Orlando esteve internado em maio para se tratar de uma infecção urinária no Hospital Quinta D’Dor, na Zona Norte. A família começou o tratamento em casa, mas o quadro se agravou, e o ator chegou a ficar na unidade semi-intensiva. Ele recebeu alta no dia 12 de junho.

Drummond foi um dos primeiros vacinados contra a Covid no Rio no Palácio da Cidade em janeiro deste ano. Em fevereiro, o ator recebeu a segunda dose da vacina em casa.

Dublagens inesquecíveis
Orlando Drummond não foi só uma das figuras mais marcantes da TV do Brasil. Mesmo quando não aparecia, sua voz deixou memórias da infância de milhões de brasileiros.

Ele deu voz a personagens inesquecíveis ao longo da carreira: Scooby Doo, Alf, “o ETeimoso”, o marinheiro Popeye e o Vingador da “Caverna do Dragão”.

Ele começou no rádio, e foi a experiência por lá que moldou sua carreira e deu o tom do trabalho com as vozes.

À Globonews em 2011, ele explicou o processo de criação das vozes de tantos personagens. “Alf e Popeye, eu me inspirei no original. A do Scooby Doo eu criei, foi um processo muito divertido”, lembrou.

O artista ganhou o papel do cachorro da turma que desvenda mistérios repetindo um latido que tinha espantado um ladrão.

Elenco de ‘Escolinha do Professor Raimundo’ — Foto: Acervo Grupo Globo

Como surgiu ‘Seu Peru’
Essa e outras histórias constam de “Orlando Drummond, Versão Brasileira”, biografia escrita pelo jornalista Victor Gagliardo e lançada em 2020.

O autor contou como foi o convite e o processo para o artista viver Seu Peru.

“O Chico Anysio falou pra Cininha de Paula: ‘Chama o Drummond que ele resolve’. Aí, o Drummond pegou o personagem. Tanto que o personagem já tinha um bordão que o próprio Chico criou que era o ‘estou porraqui’. E aí, o Drummond pegou o personagem para si, como se fosse dele mesmo, e criou tantos outros bordões. Como: ‘Peru com mel, de Vila Isabel’, ‘te dou o maiorrapoio’”, contou.

Orlando Drummond e Chico Anysio em cena na ‘Escolinha do Professor Raimundo’ — Foto: Acervo Grupo Globo

O amor da vida de Orlando Drummond, Glória, de 86 anos, mereceu um capítulo especial do livro.

“Muito amor, muita compreensão… Ele sempre foi uma pessoa calma, carinhosa, não tinha motivos para ter uma vida ruim”, disse Glória Drummond.

A lua de mel, em 1951, foi na Ilha de Paquetá, e o pai da noiva exigiu que o irmão dela fosse junto com o casal, mas nada que atrapalhasse.

A parceria do casal durou 69 anos. São dois filhos, cinco netos, quatro bisnetos e histórias engraçadas.

Sucesso na televisão
Consagrado como dublador, Orlando Drummond passou a ter o rosto mais conhecido do público através de Seu Peru.

“Antes eu era do rádio e da televisão, mas eu não tinha cara. A minha cara era a dos personagens, como o Scooby Doo, o Popeye, o Alf. Quando eu passei a fazer o Seu Peru, as pessoas começaram a falar: ‘É o Seu Peru que faz o Scooby Doo, o Popeye’ e outros tantos personagens que enumerá-los é até difícil.”

Orlando Drummond, ao lado de Marcos Caruso, participa de gravação da nova temporada da ‘Escolinha do Professor Raimundo’ — Foto: Globo/Estevam Avellar

Homenagem do amigo Marcos Caruso
Drummond foi homenageado pelos atores da nova versão da “Escolinha” há dois anos e causou comoção no set de filmagens. Atual intérprete do Seu Peru, Marcos Caruso não segurou a emoção.

“A ideia era homenagearmos quem fez primeiro, e acabou que nós é que fomos homenageados. Ele demonstra que o talento e a obstinação pela profissão não têm idade”, afirmou Caruso.

Fonte: https://g1.globo.com/rj/

Comentários

Cinema e TV

Ator Luis Gustavo morre aos 87 anos em Itatiba

De acordo com informações da família, ele estava em tratamento contra um câncer desde 2018.

Publicado

em

Foto: Reprodução/Globo

O ator Luis Gustavo Blanco morreu neste domingo (19), aos 87 anos, em Itatiba (SP). Ele sofreu complicações por conta de um câncer no intestino. De acordo com informações da família, Luis Gustavo estava em tratamento contra a doença desde 2018.

O corpo do ator será cremado na manhã de segunda-feira (20), por volta das 10h. Não haverá velório. Segundo o G1 apurou, foi uma opção da família para que a despedida fosse um momento particular.

Carreira
O ator nasceu em Gotemburgo, na Suécia, no dia 2 de fevereiro de 1934. Foi o Beto Rockfeller (1968), na novela da TV Tupi, que inovou a linguagem do gênero. A estreia dele na Globo foi em 1976.

Luis Gustavo em Êta Mundo bom!, 2016 — Foto: Acervo/Globo

Dentre os personagens mais marcantes do artista estão o costureiro Ariclenes Almeida/Victor Valentin em “Ti Ti Ti” e Vanderlei Mathias, o Vavá, no programa “Sai de Baixo”, ambos da TV Globo.

“Eu sempre me dediquei à comédia. Na comédia, as crianças são meus grandes professores: testei meus personagens com elas. Se não riam, o personagem não estava pronto. Não há mestre no mundo que se compare a uma aula dessas”, afirmou o ator, em depoimento ao Memória Globo.

Fez diversas novelas, como “Anjo Mau” e “Duas Vidas”, em 1976, “Te Contei?”, em 1978, “Elas por Elas”, em 1982, “Ti-Ti-Ti”, em 1985, “O Salvador da Pátria”, em 1989, “Mico Preto”, em 1990, “O Mapa da Mina”, em 1993, “O Beijo do Vampiro”, em 2002, “Começar de Novo”, em 2004, “O Profeta”, em 2006, “Três Irmãs”, em 2008″, “Cama de Gato”, em 2009, “A vida da gente”, em 2011, “Joia Rara”, em 2013, e “Êta Mundo Bom!”, em 2016.

Luis Gustavo e José Wilker em ‘Mico Preto’, de 1990 — Foto: Arquivo Cedoc/TV Globo

Também participou de “Malhação”, em 2012, e do seriado “As Cariocas: A Invejosa de Ipanema”, em 2010. Fez ainda “Xuxa Especial de Natal – no Mundo da Imaginação”, em 2003.

Tornou-se assistente de direção de vários programas, entre eles o teleteatro TV de Vanguarda. Após uma pequena participação no filme “Amada Amante”, de Cláudio Cunha, e uma passagem pela TV Bandeirantes, Luis Gustavo voltou à Globo na pele do detetive Mário Fofoca.

O artista foi vacinado contra a Covid-19 em fevereiro deste ano, em Itatiba, cidade onde morava. A aplicação da dose foi feita em um sistema drive-thru, no Ambulatório Central de Especialidades.

Fonte: https://g1.globo.com/sp

Comentários
Continue lendo

Cinema e TV

Enxadrista Nona Gaprindashvili processa Netflix por cena de ‘O Gambito da Rainha’

Seriado diz que uma das maiores jogadoras do mundo nunca tinha enfrentado homens. Ela considerou fala degradante e falsa, e pede indenização de US$ 5 milhões (R$ 26 milhões).

Publicado

em

Nona Gaprindashvili — Foto: Divulgação / Federação de Xadrez da Geórgia

Nona Gaprindashvili, uma das maiores jogadoras de xadrez do mundo, entrou com uma ação contra a Netflix por causa de uma cena do seriado “O Gambito da Rainha” que diz que ela era “campeã mundial e nunca enfrentou homens”.

Na verdade, Nona enfrentou e venceu diversos homens na carreira. Ela alega que a fala “mentirosa e degradante” sobre sua carreira foi exibida para milhões de pessoas, e pede uma indenização de US$ 5 milhões (R$ 26 milhões).

Em uma das cenas finais do seriado, a personagem fictícia Beth Harmon vai jogar na Rússia, e um narrador cita Nora Gaprindashvili: “A única coisa incomum sobre ela realmente é seu gênero. E mesmo isso não é único na Rússia. Aí está Nona Gaprindashvili, mas ela é a campeã mundial feminina e nunca enfrentou homens.”

VEJA TRAILER DA SÉRIE

A enxadrista da Geórgia, de 80 anos, diz que a história falsa sobre ela foi usada para enaltecer a personagem e que o seriado tentou criar uma figura fictícia que abriu caminho para outras mulheres “quando em realidade eu já tinha aberto o caminho e inspirado muitas gerações”. “Esta é a ironia”, ela diz.

O processo foi aberto em um tribunal de Los Angeles, nos EUA. A Netflix ainda não se pronunciou na ação, mas disse ao jornal “The New York Times” que tem muito respeito por Nora Gaprindashvili, mas considera que a ação não tem mérito.

Fonte: https://g1.globo.com/pop-arte

Comentários
Continue lendo

Cinema e TV

Empresa vai pagar R$ 6,8 mil para alguém assistir a 13 filmes de terror

A pessoa assistirá 13 dos filmes mais assustadores já feitos enquanto monitora sua frequência cardíaca para um experimento.

Publicado

em

Foto: Blumhouse Productions/Miramax

Uma empresa financeira vai pagar a uma pessoa a ser contratada US$ 1.300 (aproximadamente R$ 6,8 mil) para assistir a 13 filmes de terror em outubro, em um esforço para descobrir se o tamanho do orçamento de um filme afeta sua eficácia.

A FinanceBuzz está procurando contratar alguém para ser um Analista de frequência cardíaca de filmes de terror. A pessoa assistirá 13 dos filmes mais assustadores já feitos enquanto monitora sua frequência cardíaca usando o Fitbit, disse a empresa em um comunicado à imprensa.

“Em homenagem à próxima temporada assustadora, nós da FinanceBuzz estamos morrendo de vontade de saber se os filmes de terror de alto orçamento causam sustos mais fortes do que os de baixo orçamento”, disse o comunicado.

“Você nos ajudará a descobrir se o orçamento de um filme impacta ou não o quão assustador ele pode ser usando um Fitbit para monitorar sua frequência cardíaca enquanto você analisa a lista de 13 filmes.”

O participante escolhido deve assistir aos seguintes filmes entre 9 e 18 de outubro:

. Jogos Mortais
. Terror em Amityville
. Um Lugar Silencioso – Partes I e II
. O Mistério de Candyman
. Sobrenatural
. A Bruxa de Blair
. A Entidade
. Corra!
. Uma Noite de Crime
. Halloween (2018)
. Atividade Paranormal
. Annabelle

A FinanceBuzz fornecerá ao novo analista um rastreador Fitbit junto com o pagamento de US$ 1.300 e um cartão-presente de US$ 50 (cerca de R$ 260) para cobrir os custos de aluguel do festival do susto.

Para se candidatar, os interessados devem preencher um formulário e informar a empresa por que são a melhor pessoa para a função.

As inscrições devem ser feitas até 26 de setembro, e o FinanceBuzz escolherá um vencedor até 1º de outubro.

Fonte: https://www.cnn.com

Comentários
Continue lendo

Mais Lidas