Conecte-se Conosco

Policial

Narcotraficante mais procurado no Paraguai é preso em MT e será extraditado

Operação entre policiais federais e Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai prendeu o narcotraficante em Sinop. Criminoso foi transferido de avião para Brasília.

Publicado

em

O narcotraficante no momento da prisão em Sinop — Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad)

O narcotraficante Jorge Teófilo Samudio, conhecido como ‘Samura’, de 49 anos, foi preso em Sinop, no norte de Mato Grosso. Samura era líder de uma organização criminosa que atua no Brasil e era o narcotraficante mais procurado do Paraguai.

A prisão dele ocorreu na segunda-feira (29) e foi divulgada nesta terça-feira (30).

Segundo informações da Polícia Federal e da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad), que coordenaram a operação da prisão dele, Samura é uma das principais lideranças do tráfico internacional de drogas daquele país.

A Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp) informou ao G1 que Samura ficou preso na Penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira (Ferrugem) em Sinop, de onde foi transferido de comboio ainda na terça-feira até o aeroporto de Sinop. Ele embarcou escoltado por policiais em um avião até Brasília.

Samura tinha fortes conexões com uma facção brasileira que atua no Rio de Janeiro era responsável pelo envio de grandes carregamentos de cocaína para o Brasil.

Também era o administrador de um relevante esquema de lavagem de dinheiro em solo paraguaio.

Jorge Teófilo Samudio, conhecido como ‘Samura’, de 49 anos, foi preso em Sinop, no norte de Mato Grosso — Foto: Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai (Senad)

Além de atuar no envio de cocaína, o criminoso fornecia armas de grosso calibre à organização criminosa carioca, utilizando-se de propriedades rurais em solo paraguaio como estrutura logística para aterrissagem e decolagem de pequenas aeronaves carregadas com cocaína e armas.

O traficante já havia sido preso em 2018 por autoridades do Paraguai, entretanto, em 11 de setembro de 2019, foi resgatado de um presídio naquele país em ação extremamente violenta, com a utilização de armas de fogo de grosso calibre, que ainda causou a morte de um oficial da polícia paraguaia.

O mandado de prisão preventiva para extradição foi expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e cumprido pela PF em Mato Grosso.

No momento da prisão, o paraguaio estava com uma arma e utilizava documento falso, razão pela qual também foi preso em flagrante.

Perfil
De acordo com a Senad, Samura tinha um grande poder aquisitivo. Considerado ‘mão de ferro’, ele tinha uma grande infraestrutura, logística e controle sobre criminosos em várias atividades ilegais.

A secretaria do Paraguai calcula que o narcotraficante era o responsável pelo tráfico de cocaína com lucros que giravam em torno de 20 milhões de dólares por mês, levando-se em consideração a quantidade de drogas.

O tráfico era feito por aviões que descarregavam os entorpecentes em propriedades rurais localizadas em Amambay, Concepción e Alto Paraguai.

Fonte: https://g1.globo.com/mt/

Comentários

Policial

PRF apreende R$ 1,26 milhão em espécie com casal na BR-277, em Cascavel

Motorista do veículo se apresentou como policial civil, no entanto não mostrou documentos comprovando a origem do dinheiro, segundo a PRF.

Publicado

em

Foto: PRF/Divulgação

Um casal parado em uma fiscalização na BR-277, em Cascavel, no oeste do Paraná, com R$ 1,26 milhão em espécie neste sábado (10).

Segundo a polícia, o dinheiro estava em sacolas e em uma caixa de papelão dentro de um carro.

O motorista se apresentou como policial civil, segundo a PRF estava com a carteira funcional e arma da corporação, mas não apresentou documentos que comprovavam a origem do dinheiro.

O casal e o dinheiro apreendido foram encaminhados à Delegacia de Polícia Federal.

Fonte: https://g1.globo.com/pr

Comentários
Continue lendo

Policial

Polícia Federal e Força Aérea Brasileira interceptam aeronave carregada com 579 kg de cocaína em Rondônia

Cooperação entre os órgãos estatais no combate ao tráfico de drogas por via aérea tem se mostrado efetiva.

Publicado

em

Foto: Reprodução/PF

A Polícia Federal e a Força Aérea Brasileira – FAB, atuando em conjunto, interceptaram e abordaram uma aeronave carregada com 579 kg de cocaína, na região de Porto Velho.

A FAB atuou por meio do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), com apoio do Núcleo de Operações Aéreas da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Rondônia (NOA) e do Grupo Especial de Fronteira da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Mato Grosso (GEFRON).

As investigações da PF apontaram para a realização do transporte clandestino da droga, o que viabilizou a atuação da FAB para interceptação da aeronave, através da utilização de caças com base na chamada Lei do Abate.

O piloto tentou evadir-se pousando em uma área de pasto, mas as forças de segurança conseguiram realizar a abordagem em solo, com a apreensão da aeronave e da droga, além da prisão de um indivíduo.

A ação faz parte de estratégia institucional de integração entre a PF e a FAB, além das polícias estaduais, que tem alcançado resultados expressivos para o enfrentamento do tráfico de drogas transnacional e proteção das fronteiras nacionais.

Em 2020, foram apreendidas, pela Polícia Federal, 12 aeronaves enquanto transportavam drogas, o que representa número 70% maior que no ano anterior. Em 2021, a PF já foram apreendeu três aeronaves, nas mesmas circunstâncias.

A ocorrência foi encaminhada à Superintendência Regional da Polícia Federal em Rondônia para os procedimentos legais; para a contagem e pesagem da droga.

Fonte: https://www.gov.br/pf

Comentários
Continue lendo

Policial

PM encontra quase 50 quilos de crack em carro com três mulheres e duas crianças, em Curitiba

Segundo a polícia, mulheres já tinham passagens por outros crimes e foram presas no fim da noite de quarta-feira (7).

Publicado

em

Foto: Tony Mattoso/RPC

Três mulheres foram presas transportando cerca de 50 quilos de crack em um carro, na BR-277, em Curitiba, segundo a Polícia Militar (PM). Duas crianças estavam no veículo, que foi abordado no fim da noite de quarta-feira (7).

A PM informou que encontrou dois veículos em alta velocidade durante um patrulhamento. Em seguida, os policiais abordaram um dos veículos.

A polícia suspeitou das mulheres após as três entrarem em contradição sobre o local para onde estavam indo. Ao checar os registros, os agentes descobriram que as suspeitas tinham passagens.

Com o apoio de cães farejadores, os policiais encontraram cerca de 50 quilos de crack escondidos no veículo.

Além disso, as investigações apontam que o esquema criminoso usou as mulheres e as crianças para não levantar suspeitas que o veículo estava transportando drogas.

As mulheres foram encaminhadas para Central de Flagrantes de Curitiba. O Conselho Tutelar também foi chamado.

Fonte: https://g1.globo.com/pr

Comentários
Continue lendo

Mais Lidas