Conecte-se Conosco

Cotidiano

CTG Brasil lança websérie educativa para crianças

Intitulada De Portas Abertas, websérie terá primeiro episódio transmitido ao vivo no dia 15 de outubro, em comemoração à semana das crianças e ao dia dos professores.

Publicado

em

Foto: Divulgação

A CTG Brasil, uma das líderes em geração de energia limpa no País, promove nesta quinta-feira, dia 15 de outubro, às 15 horas, o primeiro episódio de uma websérie educativa direcionada a crianças e adolescentes de 7 a 13 anos. A websérie será aberta e transmitida ao vivo pelo Youtube e o Instagram da empresa.

Serão cinco encontros virtuais até o dia 3/12, abordando, de forma interativa e dinâmica, temas que vão desde os diferentes aspectos que envolvem a operação de geração de uma usina hidrelétrica até projetos e ações da empresa ligados ao meio ambiente.

A websérie foi uma alternativa encontrada pela CTG Brasil para substituir o programa de visita às usinas, que contava com ampla adesão escolar e teve de ser interrompido neste ano devido à pandemia de Covid-19. Criado para estreitar ainda mais o relacionamento da Empresa com a comunidade, o programa recebeu em 2019 mais de 7 mil pessoas.

“O caráter educativo sempre foi uma prioridade do nosso programa de visitas. Com a interrupção das aulas presenciais nas escolas e das visitas nas nossas usinas, a websérie De Portas Abertas é uma maneira de continuarmos com esse trabalho de proporcionar conteúdo educativo relevante, de uma forma lúdica, preservando a saúde de todos”, explica Salete da Hora, diretora de Marca, Comunicação e Sustentabilidade da CTG Brasil.

A cada episódio, um profissional da empresa será convidado a participar e responder perguntas feitas durante a transmissão. O encontro do dia 15/10 terá como convidado o diretor de Gestão de Ativos da Geração da CTG Brasil, Márcio Peres, que apresentará para as crianças e jovens como se dá a geração de energia em usinas hidrelétricas (UHEs) e pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), como as que a CTG Brasil opera nos rios Paraná, Paranapanema, Canoas, Sapucaí-Mirim e Verde.

Cronograma da websérie De Portas Abertas, da CTG Brasil

15/10, às 15h – Episódio 1 – Dando o play na energia: funcionamento e geração de energia em usinas e pequenas centrais hidrelétricas

29/10, às 16h – Episódio 2 – Energia moderninha: geração de energia e modernização de usinas hidrelétricas

12/11, às 16h – Episódio 3 – Segurando a onda: os componentes de uma usina e como ela é construída

26/11, às 16h – Episódio 4 – Um olho no peixe, outro na energia: Estação de Piscicultura e ações de manejo e conservação

03/12, às 16h – Episódio 5 – Nossa energia é animal: conheça o nosso Centro de Conservação da Fauna Silvestre de Ilha Solteira

Duração: aproximadamente 40 minutos

Onde: Instagram e Youtube da CTG Brasil

Fonte: CTG Brasil

Comentários

Saúde

Campanha de vacinação segue até 30 de outubro

Sábado (17) é o “Dia D” para multivacinação e poliomielite. Meta é vacinar mais de 11 mil crianças de um a cinco anos até fim do mês.

Publicado

em

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Mais de 40 mil postos estarão abertos em todo o país neste sábado (17) para o “Dia D” de mobilização da Campanha Nacional de Multivacinação, do Ministério da Saúde, com foco na atualização das cadernetas e na prevenção da poliomielite. As unidades seguirão todos os protocolos de segurança para evitar contágio da Covid-19.

A administração das vacinas será feita em locais abertos e ventilados, segundo o ministério Os postos vão disponibilizar álcool em gel e locais para lavagem das mãos, além de realizar a triagem de pessoas que apresentam sintomas respiratórios. O órgão orienta, ainda, para que apenas um familiar acompanhe a pessoa que será imunizada para evitar aglomeração.

Quem não puder ir a uma unidade neste sábado, tem até o dia 30 de outubro para atualizar as vacinas. A meta é imunizar 11,2 mil crianças de um ano a menor de cinco anos de idade contra a poliomielite, além de atualizar a caderneta dos menores de 15 anos em todo o país, até o fim da campanha.

O “Dia D” faz parte do Movimento Vacina Brasil para aumentar a cobertura vacinal no país. “O Movimento Vacina Brasil procura ampliar as coberturas vacinais, resgatar o sentimento de segurança dos pais e responsáveis em relação aos filhos e desmitificar as fake news”, explicou o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros.

O Programa Nacional de Imunizações, do Ministério da Saúde, oferece, atualmente, 18 vacinas para crianças e adolescentes, incluindo a cobertura de diversas doenças como sarampo, febre amarela, rubéola, caxumba, hepatites A e B.

“É muito importante que os pais e as mães levem suas crianças no posto. Precisamos manter a carteira de vacinação em dia para garantir o futuro do nosso país. É muito importante que consigamos manter a cobertura vacinal das nossas crianças e adolescentes. Temos um programa nacional de imunização que cobre todo o país com todas as vacinas necessárias”, alertou a vice-diretora de qualidade de Bio-Manguinhos/Fiocruz, Rosane Cuber.

Fonte: https://www.gov.br/

Comentários
Continue lendo

Cotidiano

Rodovias estaduais registram queda em mortes no feriado

Trabalho preventivo alcançou mais de 12 mil quilômetros.

Publicado

em

Fotos: Reprodução

O Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) registrou uma queda de 11,11% nas mortes durante os quatro dias da operação Padroeira 2020. O comparativo é em relação ao mesmo período do ano passado, com acréscimo de um dia no feriado deste ano. Foram registradas oito mortes, contra nove no mesmo período do ano passado, mesmo com um dia a mais.

A fiscalização iniciou às 14 horas de sexta-feira (09) e foram até as 23h59 de segunda-feira (12), com reforço de policiamento nas rodovias estaduais que cortam o Paraná. Como o feriado foi prolongado, a Operação Padroeira registrou um aumento de 12,73% no número de acidentes em todo o estado (de 55 subiu para 62), assim como um número maior de feridos (de 67 para 72), aumento de 7,46%.

Nas rodovias estaduais que cortam o Litoral, houve redução dos principais índices. Os acidentes tiveram queda de 25% (de 4 caiu para 3), os feridos tiveram queda de 16,67% (de 6 caiu para 5) e nos dois anos, nenhum óbito foi registrado nas vias.

De acordo com o oficial de Relações Públicas da unidade, tenente Sidinei Hudach, o comportamento dos motoristas e demais usuários das rodovias influenciou no aumento nos índices. “A fiscalização foi incrementada com policiamento em todo o Estado, mas, mesmo assim, a imprudência dos motoristas continua resultando em acidentes, feridos e mortos”, disse.

O trabalho preventivo do BPRv alcançou mais de 12 mil quilômetros de estradas estaduais e envolveu o efetivo operacional e administrativo das seis companhias estabelecidas nas regiões do Estado. O policiamento foi focado em pontos estratégicos e onde havia mais incidência de acidentes e de infrações por excesso de velocidade, embriaguez ao volante, entre outros delitos de trânsito.

Ao longo dos principais trechos das estradas, o BPRv fez fiscalizações para coibir o excesso de velocidade, utilizando radares móveis. Foram feitas 4.719 imagens de radar – 245,97% a mais que o mesmo feriado do ano anterior, quando foram 1.364 imagens.

AUTUAÇÕES
As autuações de infração de trânsito feitas pelos policiais rodoviários neste feriado chegaram a 1.768, um aumento de 89,29% em comparação com o ano anterior, quando foram 934 infrações lavradas.

As ações de combate a embriaguez ao volante, seja por abordagens preventivas ou flagrantes, resultaram em seis autuações pelo artigo 165 (multa) e outras duas pelo artigo 306 (prisão do motorista), ambos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). No mesmo feriado do ano passado, foram 10 infrações pelo artigo 165 e quatro pelo artigo 306.

LITORAL
Nas estradas que levam ao Litoral, as imagens por radar passaram de 95 em 2019 para 444 neste ano, um aumento de 367,37%, e as autuações de infração de trânsito tiveram um aumento de 51,61% (de 62 no ano passado para 94 em 2020).

“O batalhão vem percebendo nas últimas semanas um aumento no fluxo das rodovias, tanto para o Litoral, quando para o Interior. Por isso, de agora em diante, em todos os fins de semana a fiscalização será intensificada até o início da Operação Verão nas rodovias que levam até o Litoral do estado”, complementou o tenente Hudach.

Fotos: https://npdiario.com/

Comentários
Continue lendo

Educação

Deputados aprovam mudanças nas eleições de diretores de escolas estaduais no Paraná

Projeto de lei foi aprovado em segunda discussão, nesta segunda-feira (5), e ainda deve ser analisado em terceiro turno; texto propõe alterações em itens da Lei Estadual 18.590/2015.

Publicado

em

Fotos: Dálie Felberg/Divulgação/Alep e Reprodução/RPC

Os deputados estaduais aprovaram, em segunda votação, o projeto de lei 565/2020, que prevê mudanças nas regras do processo de eleição para escolha de diretores das escolas estaduais do Paraná.

A proposta, aprovada nesta segunda-feira (5), teve emendas incluídas, e ainda deve passar por uma terceira votação e redação final na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O texto, de autoria do Governo do Paraná, recebeu 42 votos favoráveis e nove contrários, e já havia sido aprovada na Casa, em primeira discussão, na segunda-feira (28).

O projeto propõe alterações em itens da Lei Estadual 18.590/2015, que trata do processo de escolha de diretores e diretores auxiliares da rede estadual de educação.

Além de diversas questões envolvendo as escolhas dos profissionais para dirigirem os colégios, o texto prevê que o governo do estado deve escolher os diretores e diretores auxiliares das escolas cívico-militares.

Proposta
Considerando as emendas, que foram aprovadas pelos parlamentares, o projeto inclui as seguintes propostas:

Em caso de ser julgado com desempenho insuficiente (na gestão administrativa-financeira, pedagógica ou democrática):

. O diretor pode ter o afastamento determinado a pedido da Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed) ou do conselho escolar.

. Na votação para definir o caso, se houver empate, o voto decisivo é da secretaria.

Retirar do texto original o artigo 5º, que prevê que:

. Caso o cargo de diretor fique vago, o governo terá que indicar se concorda com o nome do diretor auxiliar para ocupar o cargo.
Caso contrário, segundo o item, a Seed deveria indicar substituto.

Define como requisito para ser candidato nas eleições e concorrer aos cargos:

.Estar no quadro de profissionais da educação da escola para a qual pretende lançar a chapa há, no mínimo, seis meses desde o início do ano letivo da consulta;

.Participação em curso da Gestão Escolar especifico em formação continuada (oferecido pela Seed ou instituições indicadas pela secretaria).

Incluir as escolas de educação integral da rede pública entre as instituições sobre as quais o governo estadual tem exclusividade para indicação de diretores e diretores auxiliares.

Fonte: https://g1.globo.com/pr

Comentários
Continue lendo

Mais Lidas