Conecte-se Conosco

Norte Pioneiro

Colheita acaba e Norte Pioneiro oferece café de alta qualidade novamente

Região contribui em torno de 60 % da produção cafeeira no estado.

Publicado

em

Fotos: Reprodução

O término da colheita do café no Norte Pioneiro é o destaque da economia regional, até porque exibe números robustos, sendo produtor de cerca de 60 por cento do total do fruto no Paraná.

Segundo Fernando Emmanuel, Chefe do Núcleo Regional da Seab(Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento), sediado em Jacarezinho, as 35 sacas em média de produtividade estão boas, “nossa colheita rendeu alta qualidade porque tivemos muita seca, o que favorece”, informou.

São 19.500 hectares de área plantada nesta safra, com Carlópolis sendo o município maior produtor com 5.200 hectares, adicionou Fernando, comentando também que o preço de R$ 495 reais a saca de 60 quilos está razoável, mas poderia ser melhor.

O Café do Norte Pioneiro foi o primeiro produto a obter o registro de Indicação Geográfica (IG) junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). A tradição e a importância do café para o desenvolvimento da região são fatores que impulsionaram essa conquista obtida já há sete anos. Os produtos com registro de Indicação Geográfica são aqueles com características diferenciadas por serem produzidos em uma região ou território específicos.

Os benefícios do registro de IG para a produção cafeeira são confirmados na prática. A atividade ajudou a desenvolver uma região inteira, no caso, todos os 46 municípios do Norte Pioneiro.

A colheita do café da safra 2019/20 já está encerrada em todo o Paraná. Os números finais de produção ainda serão aferidos pela equipe de campo do Deral, mas a estimativa é de que tenham sido produzidas 943 mil sacas de 60 quilos em uma área de 35.556 hectares. Caso o número se confirme, a produtividade média será de 26,5 sacas por hectare, ligeiramente superior à obtida na safra anterior.

O clima quente e seco predominante na safra que se encerra provocou efeitos distintos. No período da frutificação, foi desfavorável para o desenvolvimento da cultura, mas, ao persistir durante a colheita e secagem, garantiu que o produto resultante fosse de boa qualidade. A manutenção do mesmo clima desde o primeiro semestre deste ano já passa a preocupar os cafeicultores em relação ao potencial produtivo da próxima safra.

A comercialização ainda está em ritmo lento, com os produtores optando pela venda apenas para cobrir despesas imediatas. Estima-se que 43% da produção estão negociados, repetindo o que se observou no mesmo período do ano passado. As cotações no mercado físico estão sujeitas às incertezas econômicas e financeiras internacionais, mas o que se observa é que a remuneração ao produtor está abaixo do custo de produção.

Fonte: https://npdiario.com/economia

Comentários

Norte Pioneiro

Ficafé terá edição 100% digital na semana que vem em Jacarezinho

As inscrições são online e gratuitas para todos os interessados.

Publicado

em

Fotos: Reprodução

Devido à pandemia da Covid-19 e às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), este ano a Ficafé (Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro ) terá uma edição 100% digital.

O evento acontecerá do dia 20 a 22 de outubro em e será totalmente gratuito.

Em 2019, a Ficafé reuniu 4,5 mil participantes e 70 expositores no Centro de Eventos de Jacarezinho. Foram realizados 40 eventos técnicos e comercializadas 2 mil sacas de cafés especiais no leilão. O setor de maquinários, equipamentos e insumos movimentou R$ 12 milhões.

Haverá palestras, cursos e oficinas sobre cafeicultura, fruticultura e avicultura.

Veja a programação completa no site oficial: https://www.ficafe.com.br/

Fonte: https://npdiario.com/

Comentários
Continue lendo

Norte Pioneiro

Homens armados invadem agência bancária em Andirá

Testemunhas disseram que houve explosão e tiroteio, mas ninguém ficou ferido. Assalto foi registrado na madrugada desta sexta-feira (9).

Publicado

em

Fotos: Reprodução e Eduardo Lhamas/RPC

Sete homens armados invadiram uma agência bancária de Andirá, na região norte do Paraná, na madrugada desta sexta-feira (9).

Imagens de câmeras de segurança, cedidas pela Rádio Cultura, mostram quando os suspeitos param o carro em frente ao banco e invadem a agência. Assista ao vídeo.

Testemunhas disseram que houve explosão e tiroteio, mas ninguém ficou ferido.

A Polícia Militar informou qua a ação ocorreu por volta das 2h30. Enquanto parte do grupo ficou do lado de fora, vigiando e dando tiros para o alto, outra parte entrou na agência e montou os explosivos.

Os assaltantes não conseguiram acessar os cofres e fugiram sem o dinheiro da agência. O grupo não foi preso.

Por causa da explosão, uma das paredes laterais da agência desabou.

A Polícia Civil informou que foram recolhidas no entorno da agência 22 cápsulas de munição de fuzil, duas cápsulas de munição 9 milímetros e uma munição de .45.

Agência fechada
Essa é a única agência do Banco do Brasil de Andirá. Como foi parcialmente destruída, o local ficará interditado por tempo indeterminado.

O morador que tem conta no banco e precisar resolver algum problema presencial terá que viajar 25 quilômetros até Bandeirantes.

Há três anos a mesma agência também foi alvo de ladrões. Na época, o prédio ficou três meses fechado.

Fonte: https://g1.globo.com/pr

Comentários
Continue lendo

Norte Pioneiro

Primeira usina solar está na fase final de construção no Norte Pioneiro

A Copel está à disposição para desenvolver outros projetos semelhantes.

Publicado

em

Fotos: Reprodução

A primeira usina solar da Copel, em construção no município de Bandeirantes, no Norte do Estado, está recebendo a parte final das estruturas e módulos fotovoltaicos. A linha de distribuição que vai conectar os parques geradores à rede da Copel também já está em fase de implantação. O sistema vai ter potência instalada total de 5,36 MWp (megawatt-pico, unidade de potência de energia fotovoltaica) e a primeira fase deve entrar em operação ainda em 2020.

“Estamos satisfeitos com o andamento do projeto e temos orgulho de implementar esse novo produto, que agora está à disposição de clientes comerciais e industriais que desejem economizar energia”, destaca o superintendente da Diretoria de Desenvolvimento de Negócios da Copel, Ricardo Rothstein.

GERAÇÃO DISTRIBUÍDA
No modelo oferecido pela Copel o consumidor não precisa fazer investimento inicial. A companhia implanta e opera as unidades de geração distribuída de energia e o cliente assina um contrato de aluguel da usina, obtendo desconto na fatura de energia.

Os parques em Bandeirantes vão funcionar em regime de minigeração distribuída, em que a energia gerada é utilizada para compensar o consumo de energia elétrica, resultando em desconto na fatura do consumidor. Este modelo de compensação de energia elétrica está descrito na Resolução Aneel 482/2012.

São duas modalidades: geração compartilhada e autoconsumo remoto. Na geração compartilhada é possível considerar duas ou mais unidades consumidoras reunidas através de consórcio ou cooperativa para usar uma parcela da energia gerada pela usina na redução da fatura de energia. Já no autoconsumo remoto, as unidades consumidoras devem ser de mesma titularidade, ou seja, vinculadas a um mesmo CNPJ. Em ambos os casos é preciso que as unidades consumidoras estejam na área de concessão da Copel.

PARCERIA
O projeto de Bandeirantes é implantado em parceria com a Sistechne participações. O segmento vem crescendo no Brasil. Hoje, estão em operação no País ativos de geração distribuída solar com cerca de 2,5 gigawatts em capacidade, segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), contra cerca de 1 gigawatt em junho do ano passado.

A Copel está à disposição para desenvolver outros projetos semelhantes, inicialmente para clientes comerciais e industriais. Empresas interessadas em compensar seu consumo de energia por meio da geração distribuída podem entrar em contato com a Copel através do site www.copel.com/geracao-distribuida

Fonte: https://npdiario.com/economia

Comentários
Continue lendo

Mais Lidas