Conecte-se Conosco

Economia

CEB Distribuição é privatizada no DF; lance vencedor é de R$ 2,5 bilhões

Valor mínimo de venda era de R$ 1,424 bilhão; Bahia Geração de Energia vai operar serviço na capital. Sessão ocorreu nesta sexta-feira (4), na Bolsa de Valores de São Paulo.

Publicado

em

Foto: TV Globo/Reprodução

A CEB Distribuição – braço da Companhia Energética de Brasília – foi vendida à iniciativa privada na manhã desta sexta-feira (4), por R$ 2,515 bilhões. O lance foi dado pela Bahia Geração de Energia, do grupo Neoenergia. O valor mínimo para o leilão era de R$ 1,424 bilhão.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), comentou que o projeto de privatização nasceu da impossibilidade de recuperar a CEB. “O estado não deve participar de algumas atividades”, disse.

Segundo o chefe do Executivo local, a distribuição de energia na capital “ficará melhor a cargo da iniciativa privada”. O leilão ocorreu na Bolsa de Valores de São Paulo (B3).

Ibaneis disse que, para a recuperação da CEB, seria necessário muito investimento. O governador ainda afirmou que outros processos de privatização serão implementados no DF, como na Companhia do Metropolitano (Metrô).

Para o presidente da CEB, a desestatização é um processo que vai melhorar a qualidade da distribuição na capital do país.

“Foi um projeto de sucesso, uma decisão corajosa, que foi muito criticada e com muita oposição. Estamos com consciência tranquila de que foi um processo técnico e juridicamente perfeito”, disse Edson.

Acionistas da estatal aprovaram a privatização da CEB distribuição em 13 de outubro. Atualmente, o governo do DF controla 80% das ações da companhia. De acordo com o Executivo local, a venda da empresa é necessária para pagar dívidas e garantir o equilíbrio financeiro. Segundo gestores da empresa, o débito chega a R$ 870 milhões.

Ibaneis Rocha (MDB), governador do DF, participa do leilão da CEB — Foto: B3/Divulgação

Vencedora
A Neoenergia, vencedora do leilão, é controlada pelo grupo espanhol Iberdrola. A empresa atua no Brasil desde 1997. Atualmente, ela trabalha com distribuição, geração, transmissão e comercialização de energia em 18 estados brasileiros.

Ao todo, são quatro distribuidoras administradas pela Neoenergia:

.Coelba (BA)
.Celpe (PE)
.Cosern (RN)
.Elektro (SP)

Além disso, a empresa é uma companhia de capital aberto e tem ações negociadas na bolsa de Valores de São Paulo.

Além do Brasil, a Iberdrola – grupo o qual pertence a Neonergia – trabalha com distribuição de energia na Inglaterra, Estados Unidos, México e em outros 28 países. Na Espanha, a empresa é a maior do setor elétrico e a maior produtora eólica.

Segundo a Iberdrola, ela está no mercado há 170 anos e fornece energia a aproximadamente 100 milhões de pessoas.

Embate judicial
Duas decisões divergentes sobre o leilão da CEB Distribuição tramitam na Justiça. Enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu manter a venda da empresa para esta sexta-feira, o TJDFT concedeu liminar suspendendo a sessão.

As decisões são desta quinta-feira (3). O STF rejeitou ação ajuizada por cinco deputados distritais. A Corte considera que a venda da estatal pode ocorrer sem aval da CLDF.

Em contrapartida, o TJDFT acatou ação impetrada por senadores, deputados distritais e federais, que pede a interrupção do leilão. De acordo com a decisão, concedida em caráter liminar (urgência), a autorização da privatização da CEB Distribuição deve ser suspendida.

Apesar do impasse judicial, ocorreu o leilão. A reportagem entrou em contato com a CEB, porém, não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Fonte: https://g1.globo.com/df

Comentários

Economia

Agepar prorroga suspensão do reajuste da Rodonorte por 60 dias

Inicialmente, o Conselho Diretor da Agepar suspendeu, cautelarmente por 60 dias, o reajuste das tarifas da Rodonorte em 26 de novembro de 2020.

Publicado

em

Fotos: Geraldo Bubniak/ANPr e Rodrigo Morosini

O Conselho Diretor da Agepar (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná) aprovou nesta terça-feira (26) a prorrogação da suspensão, por mais 60 dias, do reajuste das tarifas de pedágio cobradas nas praças da concessionária Rodonorte.

Inicialmente, o Conselho suspendeu, cautelarmente por 60 dias, o reajuste das tarifas da Rodonorte em 26 de novembro de 2020. À época, a decisão fazia parte de uma análise sobre cálculos na aplicação de degraus tarifários e índices de depreciação de investimentos e afetou o reajuste anual previsto em contrato para o mês de dezembro.

A concessionária tentou, no fim de dezembro, conseguir o reajuste na Justiça Federal, mas teve seu pedido negado. Sem fatos novos, o Conselho aprovou a prorrogação da suspensão para que ocorra prazo suficiente para instrução até o julgamento do mérito. Como na reunião virtual de novembro, houve a oportunidade para sustentação oral da defesa da concessionária, que optou por não se manifestar.

Fonte: http://www.aen.pr.gov.br/

Comentários
Continue lendo

Economia

Vencimento do IPVA no Paraná começa nesta segunda (25); confira as datas

Contribuinte que pagar em cota única tem desconto de 3%. Boletos devem ser impressos pelos proprietários dos veículos.

Publicado

em

Foto: José Fernando Ogura/Divulgação/Aen e Reprodução Sefa

O vencimento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Paraná começou nesta segunda-feira (25). Veja o cronograma mais abaixo.

Os contribuintes do estado ganharam uma semana, após a Receita Estadual do Paraná adiar os prazos por causa de instabilidade no site da Secretaria da Fazenda (Sefa).

O boleto para pagamento do IPVA não é enviado para a casa dos proprietários de veículos. É necessário entrar no site da Sefa e imprimir o documento. Entenda o passo a passo mais abaixo.

Emissão do boleto
Como já aconteceu em 2020, o boleto não será enviado para casa das pessoas. Para efetuar o pagamento, é preciso emitir a guia pelo site da Sefa.

No site, é preciso acessar a opção “Consultar Débitos do IPVA” na aba de Serviços.

Para acessar o boleto, é preciso ter em mãos o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

Segundo o governo estadual, é possível pagar o imposto também diretamente nos caixas ou canais de atendimento no Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop.

Parcelado
Neste ano, por causa das dificuldades financeiras causadas pela pandemia do novo coronavírus, a Sefa informou que será possível parcelar em até cinco vezes o IPVA.

Nos anos anteriores, era possível parcelar em até três vezes.

Neste caso, o calendário de pagamento vai até maio.

Fonte: https://g1.globo.com/pr

Comentários
Continue lendo

Economia

Governo anuncia mudança na norma da pesagem para reduzir custos do caminhoneiro

O governo federal decidiu revisar a norma e vai utilizar uma nova metodologia.

Publicado

em

Foto: Reprodução

Caminhoneiro vai pagar menos na pesagem. O governo federal decidiu revisar a norma e vai utilizar uma nova metodologia.

De acordo com Agência Brasil, uma das mudanças é a substituição do cálculo de peso por eixo por peso bruto, que já vale para algumas categorias.

Também será ampliada a tolerância do peso de cargas. As medidas tem o objetivo de baratear os custos do transporte rodoviário de carga.

Em live nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro disse que a nova norma será publicada em breve e deverá onerar menos o caminhoneiro.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, disse que a revisão está quase finalizada e lembrou que o governo federal eliminou a tarifa de importação de pneus para o transporte de cargas.

Freitas informou ainda que será lançado o documento de transporte eletrônico para os caminhoneiros.

A ideia é reunir em um único documento, os cerca de 15 a 20 que são exigidos pela legislação para motoristas de carga.

Fonte: www.radio2.com.br

Comentários
Continue lendo

Mais Lidas